caminhos e narrativas de mulheres agroecológicas pela soberania alimentar na região centro-sul do Paraná, Brasil

Camila Mudrek, Osvaldo Heller da Silva


DOI: https://doi.org/10.32735/esp.reg.v1i13.63
Full text
PDF (English)

Resumen

Este artigo busca traduzir um pouco da realidade de mulheres ligadas a agroecologia em uma das regiões do Estado do Paraná, no sul brasileiro, bem como articular a particularidade de suas experiências com o histórico de formação do pensar e fazer agroecológico, afim de apontar demandas específicas advindas das experiências de mulheres e a necessidade em considerar, de maneira diversa, as relações de gênero nesta caminhada para construção de novas formas mais justas de organizar a vida. Problematizar todos os desdobramentos que a proposta agroecológica tem passa por considerar a diversidade de maneira ampla e irrestrita, desta forma entendemos que as mulheres assumem um papel central na produção de resistências ativas contra os padrões normativos que circundam múltiplas formas de relação (natureza/cultura, campo/cidade, mente/corpo, razão/emoção, mercado/existência).


Mudrek C, Heller da Silva O. caminhos e narrativas de mulheres agroecológicas pela soberania alimentar na região centro-sul do Paraná, Brasil. Rev. Esp. Reg.. 2021;1(13): 95-103. Disponible en: doi:10.32735/esp.reg.v1i13.63 [Accessed 29 Jun. 2022].
Mudrek, C., & Heller da Silva, O. (2021). caminhos e narrativas de mulheres agroecológicas pela soberania alimentar na região centro-sul do Paraná, Brasil. Revista Espacio Regional, 1(13), 95-103. doi:http://dx.doi.org/10.32735/esp.reg.v1i13.63

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2021 Revista Espacio Regional

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.